1º Ano

E que animação!

Empolgadas, engajadas e com a autoestima lá em cima – assim são as crianças do 1º Ano, estreantes no Ensino Fundamental!

 

Nessa fase da vida escolar, os pequenos, por volta dos 6 anos, são oficialmente introduzidos ao mundo da leitura e da escrita.

 

A turminha cheia de energia troca de ambiente, ganha outros professores especialistas, começa a fazer teatro, tem novo horário de parque, mas, mesmo assim, cumpre uma rotina que devolve o aconchego da Educação Infantil.

Os livros didáticos ganham mais conteúdo; porém, os projetos continuam proporcionando as vivências mais ricas, formando indivíduos com uma bagagem mais ampla, preparados para um mundo cada vez mais complexo e generalizado.

 

No 1º Ano, não existem provas ou notas. Assim como acontece no G4 e no G5, os pequenos são avaliados por relatórios e sondagens.

 

Na João e Maria, as turmas de 1º Ano têm, em média, 15 crianças cada.

2º Ano

O ponto final no processo de alfabetização

Português, Matemática, Ciências, História, Geografia, Inglês. Isso sem contar Artes – Plásticas e Cênicas, diga-se de passagem –, Música e Educação Física.

 

No alto de seus 7 anos, esses meninos e meninas AAA – Autônomos, Argumentativos e Apaixonantes – já cursam as disciplinas da grade curricular recomendada pelo Ministério da Educação (MEC) e consolidam o processo de alfabetização.

 

Os projetos continuam em alta – uma marca registrada da João e Maria! Desenvolve-se a cognição, sem comprometer a curiosidade, a vivacidade, a espontaneidade.

Nessa fase, as crianças se tornam mais conscientes sobre o mundo que as cerca e ganham senso de responsabilidade – por seus pertences, seus deveres, seus atos. Assim, a parte de socialização, com ênfase para as regras de convivência, é muito forte.

 

Pela primeira vez, os pequenos têm roteiros de estudo, provas e boletins.

 

Na João e Maria, as turmas de 2º Ano têm, em média, 15 crianças cada.

3º Ano

Um mergulho profundo

A grade curricular pode até ser igual, mas as aulas... Quanta diferença! Os assuntos introduzidos no 1º Ano e ampliados no 2º voltam com força total. Ou seja, tudo é aprofundado! O conteúdo torna-se mais elaborado, mais complexo.

 

No alto de seus 8 anos, as crianças carregam boa bagagem de conhecimento e viajam com certa desenvoltura no mundo da leitura e da escrita. Nessa fase, elas também começam a dominar noções de tempo e espaço: passado, presente, futuro; cidade, estado, país.

As regras de convivência são outro ponto bastante trabalhado. Essa galerinha já se sente parte da sociedade e sabe de suas responsabilidades.

 

Os projetos e a hora do parque – duas marcas registradas da Escola – têm espaço garantido na programação.

 

Na João e Maria, as turmas de 3º Ano têm, em média, 15 crianças cada.

4º Ano

Rebeldia saudável

No alto de seus 9 anos, esses garotos e garotas sabichões não se veem mais como crianças. Sim, a rebeldia da adolescência começa a mostrar sua cara. São naturalmente inquietos – corpo e mente. Mexem, remexem, perguntam, argumentam, contra-argumentam...

 

Eles amadurecem e, ao mesmo tempo, vivem a primeira crise de identidade. Preocupam-se com a estética e principalmente com a opinião dos amigos. Sentir-se parte de um grupo torna-se essencial!

Nessa fase, as intervenções por parte dos professores são bastante frequentes. O diálogo, mais do que nunca, vira ferramenta de educação poderosa. Conversas, debates e até assembleias em sala são rotina da turma.

 

Na João e Maria, as turmas de 4º Ano têm, em média, 15 crianças cada.

5º Ano

Os formandos da João e Maria

É o décimo ano de vida e segundo de pré-adolescência. Detestam tarefas de casa, provas... Alegam cansaço e postergam ao máximo a realização de uma atividade, por mais simples que seja. Verdade seja dita: são implicantes e reclamões, mas também questionadores, argumentativos e, portanto, admiráveis!

 

Esses meninos e meninas tão donos de si vivem o último ano na João e Maria e preparam-se muito bem para estrear, com sucesso, no Ensino Fundamental II, seja numa escola construtivista ou tradicional.

Ao longo de todo o ano, o diálogo, mais uma vez, é ferramenta de ouro. Temas como dignidade humana, convivência em grupo, conflitos e mudanças pipocam a todo momento. Os jovens também são incentivados a expressar e trabalhar suas emoções: receios, inseguranças, frustações...

 

Na João e Maria, as turmas de 5º Ano têm, em média, 15 crianças cada.

Após dez anos de João e Maria, eles estão prontos – pedagógica e emocionalmente, vale frisar – para outra história com final feliz!